Logomarca

Últimas notícias

São Gabriel, 04/08/2020

Relatório da Unipampa mostra redução em casos de covid-19, mas chama atenção para necessidade de manter o rigor nas restrições

São Gabriel, 06/07/2020

Relatório da Unipampa mostra redução em casos de covid-19, mas chama atenção para necessidade de manter o rigor nas restrições

Relatório do Grupo Iniciativa COVID-19 Unipampa, divulgado durante live do Prefeito Rossano Gonçalves, na sexta-feira (03/07), mostra que São Gabriel pode ter atingido a curva epidemiológica da covid-19 bem antes dos demais Municípios do Estado. O gráfico - que compara o total de amostras e o número de casos positivos - revela que duas semanas foram as mais problemáticas (24 a 30 de maio e 7 a 13 de junho), mas também mostra que o número de casos positivos começa a diminuir.
Segundo o prefeito Rossano Gonçalves, fica evidente que quem testa mais tende a ter menos casos. Atualmente, o Município de São Gabriel tem 232 casos confirmados da doença, mas 183 deles já estão recuperados e vivendo uma vida normal com base nos critérios de prevenção a covid-19. Apenas 40 pessoas seguem em tratamento, sendo que 36 em isolamento domiciliar.
Na prática, a parceria com a Unipampa permitiu que o Município de São Gabriel “saltasse” na frente em ações de prevenção. Enquanto a maioria das cidades aguardava, de 3 a 5 dias, os resultados do Laboratório Central (LACEN), a de São Gabriel tinha as confirmações em um período de 6 horas.
Isso possibilitou que o Município implantasse um sistema de atenção aos pacientes, permitindo que fossem colocados em isolamento ou em tratamento de forma imediata.
Essa atitude evitou que o vírus se alastrasse, mas também assustou a comunidade. Tanto que gerou polêmica. Acostumados com a demora na divulgação dos resultados, os moradores de São Gabriel se alarmaram com o aumento no número de casos positivos em questão de dias. Para se ter ideia, no dia 15 de maio (um dia depois da implantação do convênio), São Gabriel tinha apenas 6 casos confirmados. Dez dias depois, já eram 26 e passado meio mês, 49.
De acordo com o professor Luiz Roesch, do Grupo Iniciativa COVID-19, a porcentagem reflete a quantidade de pessoas contaminadas, mas também o trabalho desenvolvido na cidade, “uma vez que a vigilância epidemiológica cerca as pessoas que estão contaminadas e vai atrás dos possíveis contagiados, o que faz ser normal chegar a um percentual como esse”.
O Grupo Iniciativa COVID-19 está ampliando a quantidade de Municípios atendidos pelo laboratório, uma vez que, “não adianta cercar São Gabriel e não cercar Rosário. São cidades muito próximas, ambas tem que ser tratadas da mesma forma˜, argumentou.
Por isso mesmo, há duas semanas, um Grupo de Trabalho formado pelos Municípios de São Gabriel, Santana do Livramento, Alegrete e Uruguaiana, vem centralizando as informações da região da Associação dos Municípios da Fronteira Oeste (AMFRO) a fim de implantar iniciativas conjuntas no combate ao vírus. Além disso, com as informações centralizadas, não resta margem para falhas nos demonstrativos das ações em cada Município.

DADOS OFICIAIS
O convênio com a Unipampa teve inicio no dia 14 de maio. O Grupo Iniciativa COVID-19 Unipampa chegou a 360 exames laboratoriais realizados em São Gabriel, detectando 88 casos positivos do vírus e descartando 272 casos suspeitos. Somando os números dos seis municípios que, hoje, integram o projeto, são 947 exames realizados num período de 50 dias.
São Gabriel é o Município que mais testou, superando Santana do Livramento em 76 amostras e Rosário do Sul em 120. Ambos coletaram material de 284 e 240 pessoas, respectivamente. Também participam do consórcio, os municípios de Vila Nova do Sul (56 amostras), Alegrete (6 amostras) e Santa Margarida do Sul (1 amostra).
São responsáveis pelo projeto os professores Jeferson Franco, Juliano Boldo, Andrés Cañedo e Luiz Roesch.

GRÁFICOS SEMELHANTES
São Gabriel chegou a  1.225 casos descartados no último sábado (04/07). Melhor que isso: 183 pessoas estão recuperadas, bem superior ao quantitativo de pacientes em tratamento.
Os números são impactantes e permitem que o Grupo Iniciativa COVID-19 projete uma tendência de diminuição no número de casos positivos para as próximas as semanas. Segundo o professor Luiz Roesch, isso só será possível diante da manutenção dos protocolos atuais de prevenção e segurança.
"Hoje (sexta), temos 229 casos positivos, porém o número de recuperados aumenta diariamente e o quantitativo referente ao contágio começa a diminuir, assim como o número de suspeitos e de pessoas em isolamento domiciliar”, comenta o professor.
Dados da Secretaria Municipal da Saúde são semelhantes ao da Unipampa. O gráfico mostra que o “pico” da epidemia foi atingido na semana de 31 de maio a 6 de junho, quando registrou 49 casos em 7 dias, mas começar a cair nas semanas seguintes, contabilizando 16 na semana passada.
O número de pacientes aumenta diariamente. Desde a segunda quinzena de maio, o quantitativo tem sido positivo. Na última semana, 52 pessoas puderam dizer que estavam “livres” da covid-19 e puderam retornar para a casa ou sair do processo de isolamento domiciliar.


Copyright © 2017-2020 - Cópia do conteúdo autorizada desde que citada a fonte.
Horário de Atendimento: Seg à Sex, das 08:00 às 14:00